domingo, 15 de setembro de 2013

[Alto Giro] O BMW i8 engoliu um Porsche 911!



Este é o novo BMW i8. 
Representante perfeito da nova geração de esportivos, o i8 conta com um motor de três cilindros e 1.5 litros de capacidade e pretensão de peitar um Porsche 911. Claro que pra isso também tem um motor elétrico no eixo dianteiro. E um turbocompressor naqueles três cilindros...

Acontece que, incertos da capacidade de seu novo esportivo ecologicamente correto realmente deixar seu concorrente altamente poluente pra trás, os projetistas da BMW desenharam o i8 de modo a intimidar qualquer engraçadinho em um 911 que ouse se aproximar da sua traseira...


Se olharem bem... poderão ver que o BMW i8 está comendo um Porsche 911 pela sua traseira!!

Este é um Porsche 911. Muitos o consideram uma obra-prima. Criado por Ferdinand Porsche a 50 anos atrás, ainda mantém as linhas básicas do carro original. A geração 991, atual, é uma das mais belas de todas.



E vejam... ele está aqui!! Sendo devorado pelo i8! Coitado..



O i8 é um baita de um esportivo. Super avançado, e uma promessa do que vai vir no futuro. Seu design também é super impactante, e digo até bonito. Mas não tem como desfazer o que já foi visto. Depois que vi um 911 no meio da traseira do i8, não consigo mais não vê-lo lá!

O vocês, leitores. O que acharam do i8?

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

[Alto Giro] Vídeo de Ferrari F40 com F50 na pista.




Ferrari FF com tração integral, 458 Italia sem câmbio manual, La Ferrari híbrida...

Que tal voltarmos um pouco pra quando a Ferrari fazia carros sem freios ABS, controle de tração e borboletas atrás do volante, neste INCRÍVEL vídeo da F40 junto com uma F50



Chris Harris é o meu herói




quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Motor Lounge

Pessoal, destacamos aqui o lançamento do Motor Lounge, um novo site de anúncios focado em carros premium:

Além de só ter carros top, o Motor Lounge tem uma série de novidades na navegação:

Busca por texto
Mais prática, rápida e fácil de usar, com sugestões de busca e correção de erros. Procure por marca, modelo, ano e/ou loja, e até mesmo apenas blindados

O Lounge
Não tem certeza do que está procurando? Quer só passar um tempo olhando carros legais? Visite o Lounge, uma verdadeira revista virtual de classificados

Recomendações
O Motor Lounge recomenda anúncios relevantes para você, não deixando passar nenhuma alternativa interessante. Fique de olho na parte de baixo de cada anúncio

Entrem no site e curtam a página do Motor Lounge no Facebook:


quinta-feira, 13 de junho de 2013

[Avistamentos] Flagra: Novo Focus em SP





Estes dois "protótipos" de Novo Focus (talvez a Ford o chame de New Focus?) foram flagrados no bairro de Perdizes, em São Paulo. Digo "protótipos", entre aspas, pois o carro já foi lançado na Argentina, e deve sair por aqui no mês que vem (sem contar que já é vendido há tempos nos EUA e na Europa). 


De qualquer forma, fica registrado o avistamento, bastante incomum no bairro.

-WS

sábado, 8 de junho de 2013

[Alto Giro] Toyota Corolla cópia de carro chinês

Todo mundo sabe que marcas chinesas de carros copiaram e ainda copiam carros de outras marcas, principalmente de fabricantes europeus e japoneses.

Pois então, a Toyota revelou o Corolla 2014 ontem...



De perfil, o novo Corolla lembra muito o 550 da MG, marca inglesa, mas controlada pelos chineses da Nanjing Automobile Group.

Dá até pra dizer que a dianteira do Corolla 2014 se parece com o MG 6, que inclusive também está a venda no Brasil, junto com o MG 550 aí acima. Mas acho que a semelhança mais gritante é o da lateral mesmo.



Os tempos realmente mudaram...

terça-feira, 7 de maio de 2013

[AltoGiro] O Efeito HB20 em um semestre de vendas



Muito se disse sobre o HB20 ultimamente, tanto positivamente quanto o contrário. O compacto da Hyundai foi, para o mercado brasileiro, um dos lançamentos mais importantes de 2012/2013.
Muito aguardado e sucesso imediato, o HB20 foi entitulado de "matador de Gol" antes de seu lançamento, título que soa ter sido estrategicamente "vazado" pelo marketing da Hyundai, e acabou pegando na mídia. Mas, para os mais céticos pareceu ser exatamente isso: uma jogada de marketing. Afinal poucos realmente acreditavam que uma montadora coreana, fabricando seu primeiro carro no Brasil (desconsideremos por ora o Tucson da CAOA) com todos os problemas inerentes neste processo e sem nem um terço de revendas da VW, fosse realmente ameaçar seriamente as vendas do inabalável VW Gol!

Então, afinal.. qual impacto nas vendas o HB20 trouxe ao Brasil, e mais especificamente, ao dito cujo?

Analisando os dados fornecidos pela FENABRAVE, pudemos verificar que os números de vendas são separados em duas tabelas: a venda total, e a venda no varejo. Essa separação é muito importante, pois a venda total engloba o varejo mais as vendas diretas, feitas por frotistas, pelo governo, por empresas, etc.
Nessas vendas, "no atacado", as montadoras ganham muito pouco, como quando vendem lotes e lotes de carros para locadoras, por exemplo, com uma margem de lucro muito reduzida.
Escolhi então nest post, olhar somente as vendas no varejo, ou seja, para o consumidor comum, o filet mignon de onde as montadoras tiram seu maior lucro. A partir disso, montei os gráficos a seguir.


O que se pôde ver é que desde o seu lançamento em Outubro de 2012, o HB20 foi gradualmente aumentando a participação nas vendas do seu segmento. O mercado retraiu, mas as vendas do coreano se mantiveram quase inalteradas a partir de Dezembro - sempre na sua capacidade máxima. E, nesse contexto, podemos dizer sim que o HB20, com o aumento da sua participação, chegou pra disputar a liderança com o Gol, que teve sua participação drasticamente reduzida no varejo do segmento.

Claro, não podemos dizer que o HB20 foi o único responsável por essa paridade de vendas com o Gol, afinal tivemos o importante lançamento do Onix e a atualização do Palio. A única coisa concreta que pode-se concluir, é que as vendas do Gol caíram e as do HB20 subiram. Outros concorrentes, como Uno, Fox e Palio, também perderam.
Mas isolando por um momento somente os números do VW e do Hyundai, é possível ver o "efeito HB20" nas vendas do Gol.



E não vamos esquecer que o Gol teve uma importante atualização de design no ano passado mesmo, com frente e traseira novas.

Todos esses números foram baseados somente na venda um único modelo - o HB20 hatch. Se a Hyundai Brasil começar a unificar os números do HB20X, como a VW faz com as diferentes gerações do Gol e também com o Fox e o CrossFox, certamente podemos esperar uma batalha cada vez mais interessante pelo título de número 1 do país no varejo.


Minha conclusão é que pro marketing da Hyundai talvez seja importante poder dizer que seu compacto destronou (se realmente acontecer, e só no varejo) o campeão absoluto de vendas do Brasil há 26 anos. Mas na prática, isso não importa. O que importa é que temos agora novos concorrentes de qualidade entre os compactos, e a concorrência é o que realmente faz o mercado evoluir e se desenvolver. Estava na hora do brasileiro sair um pouquinho da zona de conforto criado pelo Gol/Palio/Uno há duas décadas. Dessa forma - sem fanatismo - eu torço para que isso aconteça, mesmo seus clientes tendo que esperar 120 dias por um carro. Mas isso já é outra história...

quinta-feira, 11 de abril de 2013

[AltoGiro] Cabo de guerra com duas F50s


Que tal um cabo de guerra com 540 CV puxando de cada lado!? Na categoria dos "vídeos sem sentido, mas sensacionais", postamos abaixo o vídeo de duas Ferraris F50 puxando cabo de guerra num pátio vazio!
Para quem viveu a adolescência nos anos 90 (que é o caso do autor deste post), a F50 foi pôster de parede por um bom tempo. Ah, e esse V12 girando a 9000 rpm é nada menos que espetacular!

Maximizem a tela e aumentem o volume! Quase dá pra sentir o cheiro da borracha até!!




domingo, 31 de março de 2013

[Alto Giro] Aston Martin Vanquish x Lamborghini Aventador x Ferrari F12 Berlinetta



A revista inglesa EVO confronta três dos maiores esportivos de hoje.
O Aston Martin Vanquish, topo de linha inglês e um talvez o maior Gran-Turismo de hoje em dia, o Lamborghini Aventador, o maior touro de Sant'Agata e um perfeito superesportivo, e a Ferrari F12 Berlinetta, descendente direto da lendária linhagem dos doze cilindros dianteiros e, em tese, uma mistura de Gran-Turismo com superesportivo.

Assistam a esse vídeo épico abaixo!




quinta-feira, 21 de março de 2013

[AltoGiro F1] GP da Malásia (Pré-GP)


Um iceberg. Foi tudo que Ferrari, Red Bull e Mclaren conseguiram ver na primeira etapa da temporada 2013 da Fórmula 1. Enquanto isso, "Foi uma das corridas mais fáceis da minha vida", declarava ao final o vencedor do GP da Austrália e atual líder do campeonato, o finlandês Kimi "Iceman" Raikkonen. Como havíamos previsto no nosso post do GP da Austrália, a mudança dos pneus para esse ano poderiam surpreender e ser cruciais para determinar o vencedor da corrida. E foram. Raikkonen mais uma vez brilhante na estatégia, com apenas 2 paradas, deixou pra trás com facilidade os atuais favoritos da temporada, o bicampeão Fernando Alonso e o mais novo tricampeão, Sebastian Vettel, que completaram o pódio nas segunda e terceira colocações, respectivamente.

Durante a semana, pudemos ver duas reações muito diferentes entre suas equipes: a Ferrari comemora a melhoria, a aproximação do nível do seu carro para a Red Bull. Deixou isso claro na corrida, com a boa performance também de Felipe Massa, que poderia ter vencido o GP se não fosse, pela centésima vez, prejudicado na estratégia de equipe. Massa terminou a corrida na quarta colocação, compondo 30 pontos para a Ferrari, que lidera o Mundial de Construtores até agora, seguido pela Lotus (com 26 pontos) e Red Bull (23 pontos). Pelo lado da equipe do energético, foi só choradeira. Vettel se explicou diversas vezes, com desculpa que o desgaste dos pneus surpreendeu a equipe e que Raikkonen não está tão forte assim. Muito papo.

Pra finalizar nosso breve relato sobre a corrida da semana passada, podemos dizer que a Mercedes teve bom desempenho, com Hamilton em quinto lugar, empolgado com o que o carro pôde ofereces. Já, pelo lado da Mclaren, as coisas estão brabas. Tanto é que Jenson Button declarou que espera que na Malásia chova, pois a Mclaren teve melhor desempenho com pneus intermediários nas sessões chuvosas da Austrália. A equipe de Woking, além de fazer a dança da chuva,  estreará dois pacotes aerodinâmicos novos nesta corrida. Será que Hamilton acertou na mosca ao sair da equipe ? Ou será que ele ter saído da equipe influenciou negativamente no desenvolvimento do carro ?

Bom, mas estamos aqui pra falar do GP que acontece este final de semana. E, agora, o homem a ser batido, é... Kimi Raikkonen ?!

Não há dúvidas que o finlandês é um excelente piloto e estrategista, e o carro da Lotus está bem melhor em 2013 comparado ao ano passado. Mas, de fato, é muito difícil que Raikkonen repita o triunfo do primeiro GP. O homem a ser batido ainda é Vettel, por ser o campeão e, claro, por possuir o melhor carro. E claro, logo atrás vem Fernando Alonso, que já bateu Vettel no primeiro GP e tem um carro bem melhor que do ano passado. Correndo por fora, caso não seja novamente desfavorecido pela Ferrari em favor de Alonso prejudicado pela estratégia, torcemos para Felipe Massa subir ao pódio pelo menos. Felipe declarou estar muito contente com o bólido desta temporada e que "se entendeu com o carro, coisa que demorou a acontecer no ano passado".

Em 2012, o GP da Malásia foi vencido por Fernando Alonso, depois de uma pole de Lewis Hamilton. Lembrando que, foi nesse GP que Sérgio Perez ganhou atenção dos holofotes, conseguindo um inacreditável segundo lugar com a mediana Sauber. Quem sabe as boas lembranças inspirem o mexicano a ter um melhor resultado que o 11o. lugar que conseguiu na Austrália.

A chuva é sempre um fator extra que esperamos para o GP. Em 2012 choveu. Em 2011, tinha grande ameaça de chuva, mas a corrida foi inteira em pista seca. Neste ano, esperamos que o tempo seja qualquer, tanto que tenhamos muitas emoções para nos recordarmos depois.

Bom GP a todos!

-João

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

2013 Petronas Malaysia Grand Prix




Nome do Circuito: Sepang International Circuit
Número de Voltas: 56
Perímetro:  5,543 km
Recorde: 1m34s223 - Juan Pablo Montoya (2004)
Horário da Corrida: 5h , 24/Mar/13 (Domingo)
Treino de Classificação: 5h, 23/Mar/13 (Sábado)
Treino 3: 2h, 23/Mar/13 (Sábado)
Treino 2: 3h, 22/Mar/13 (Sexta-Feira)
Treino 1: 23h, 21/Mar/13 (Quinta-Feira)

domingo, 17 de março de 2013

[AltoGiro] Pequenos prazeres


Ontem fui trocar o óleo do meu carro, e enquanto via aquele óleo velho e preto saindo por baixo do cárter e o óleo novinho, verde quase transparente, sendo colocado, tive uma sensação muito boa na hora!
Foi quando percebi como pessoas que gostam de carros às vezes podem ter alguns pequenos prazeres no dia-a-dia bem incomuns.


Troco o óleo sempre antes da quilometragem indicada, e dessa vez não foi diferente. Minha história já mostrou como a manutenção preventiva vale muito mais a pena que a reparadora. O fato de eu estar colocando um lubrificante novo e saber que isso está fazendo bem para o motor, me trouxe uma sensação de satisfação na hora! Com o óleo novo, parece que o motor gira mais suave, faz menos barulho e até responde melhor! Ok, não sei o quanto dessas impressões foram induzidas falsamente por eu saber que acabei de fazer a troca, mas de qualquer maneira foi gratificante.
Foi quando refleti um pouco, e pensei em como pequenas coisas do cotidiano são prazeirosas no ponto de vista de um entusiasta. Listei mais algumas abaixo:

  • lavar / encerar o carro com suas próprias mãos.
  • fazer pequenos reparos, como lubrificação de juntas, trocas de lampadas, eliminação de ruídos, e descobrir nesse processo como as coisas funcionam no seu carro.
  • acertar a rotação do motor numa redução de marcha - bônus de satisfação se for fazendo punta-taco.
  • encontrar uma seção de pista sinuosa e quase sem trânsito.
  • saber os limites de seu carro pra encaixar aquela ultrapassagem perfeita numa pista simples de mão dupla.

Esses foram algumas pequenas satisfações que pensei agora, e que fazem toda a diferença na vida de quem gosta de carros! Vocês conseguem listar mais algumas?

quinta-feira, 14 de março de 2013

[AltoGiro F1] GP da Austrália (Pré-GP)

Bem, amigos do AltoGiro! Depois de tanta espera nos últimos meses e muita ansiedade, amanhã começa oficialmente a temporada 2013 da Fórmula 1.

O primeiro GP dos 19 que ocorrerão este ano (o GP do Brasil fechará a temporada novamente - hooray!) acontecerá no circuito de Albert Park, em Melbourne, Austrália. E o que esperar para esse final de semana ?

Bem, como vem acontecendo nos últimos anos na categoria, a equipe a ser batida ainda é a Red Bull. Apesar de não terem se destacado muito nos testes da pré-temporada na Espanha, sabemos que eles sempre tem cartas na manga Adrian Newey quando se fala em projetos de carros de F1. E claro, o piloto a ser batido ainda continua sendo o alemão Sebastian Vettel, que se consagrou tricampeão no ano passado, entrando num hall de pilotos que englobam nada mais nada menos que Nelson Piquet, Ayrton Senna, Niki Lauda, Jack Brabham e Jackie Stewart. Nada mal para o alemão, hein ?

Nessa difícil missão de bater a equipe que te dá asas, mais uma vez vemos Ferrari e Mclaren. A Ferrari passou perto de conquistar o Mundial de Pilotos em 2012 com o espanhol Fernando Alonso, que, por sua vez, deixou de entrar no hall dos tricampeões citado acima (pelo menos, por enquanto). Sabemos que a Ferrari fez um segundo semestre muito bom no ano passado, principalmente com Felipe Massa que pareceu recuperar sua autoconfiança na metade final do campeonato passado, e, se tivesse tido performance semelhante no primeiro, provavelmente teria levado o Mundial. Infelizmente, Felipe Massa continua sendo o segundo piloto declarado da equipe, e o que podemos esperar é que ele dê um golpe de MMA violento e deixe o Alonso de fora do campeonato  faça o melhor dele, mas dificilmente vai ter chance dentro da equipe contra o espanhol.

Já a Mclaren parece vir mais forte que a temporada passada. Por ter trocado seu principal piloto Lewis Hamilton pelo quase novato Sergio Perez, é de se esperar que Jenson Button tenha certa preferencia na equipe esse ano (apesar da Mclaren jurar igualdade entre eles), tendo um pouco mais de força do que em 2012. Devemos lembrar que a Mclaren, apesar de não ter feito uma temporada tão regular assim no ano passado, dominou completamente o GP da Australia, com a pole de Lewis Hamilton e a vitória de Jenson Button. Ainda recordando, vale dizer que Button ganhou 3 dos últimos 4 GPs em Albert Park, se provando um bom acertador e estrategista nessa etapa do campeonato, então, fiquemos de olho nele.

Correndo por fora, ainda temos Mercedes e Lotus. A Mercedes fez uma grande aposta, trazendo Lewis Hamilton (que também fez uma grande aposta, saindo da Mclaren), e foi uma das equipes que começou a trabalhar mais cedo no carro de 2013 (já no ano passado). A equipe ainda não acertou um bom carro desde que assumiu um box na F1, mas promete atrapalhar bem esse ano. Nos testes da pré-temporada, Lewis Hamilton liderou diversas sessões (tudo bem que algumas delas na chuva, seu ponto forte) e mostrou que a equipe alemã está com vontade de subir para o topo da categoria. Quem sabe, algumas poles e podios esse ano ? E foi exatamente isso que a Lotus fez na temporada passada. Trouxe um campeão para o posto de seu primeiro piloto, o finlandes Kimi Raikkonen, e atrapalhou bem as equipes grandes. Prova disso foi o homem de gelo ter ficado em terceiro lugar no Mundial de Pilotos em 2012. E tem tudo para continuar fazendo isso a partir de amanhã.

Das outras equipes, nada de muito diferente pode se esperar. A maioria dos cockpits do meio para trás do grid são os famosos cockpits comprados, ou seja, entra quem tem o dinheiro na mão. Coisa que, como publicamos na nossa fanpage do Facebook, tirou o brasileiro novato Luiz Razia da disputa na última hora. Ainda assim, podemos ver alguns talentos aí no meio. Um dos que costumam se destacar e voltou a F1 esse ano pela Force Índia, Adrian Sutil, é um dos que pode colocar o carro entre os 5 primeiros colocados. Outro que costuma ser muito eficiente nas classificações e beliscou uma vitória na temporada passada foi Pastor Maldonado, da Williams. Fora isso, teremos muitos carros lerdos, trapalhadas e coisas do tipo. Coisas que só acontecem porque o Bernie Ecclestone é mercenário na F1.

Para a corrida de domingo, a Pirelli leva dois compostos: supermacios e médios. Os pneus desse ano estão menos duráveis e mais aderentes que no ano passado, com mais borracha nas bordas (por isso o aumento do peso do carro em 2kg como dissemos no nosso post sobre as regras para 2013. Isso significa que, as estratégias precisarão ser revistas e talvez, seja crucial para o vencedor.

Que seja dada a largada! E que uma temporada ainda melhor que a do ano passado esteja por vir!

- João

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

2013 Rolex Australian Grand Prix



Nome do Circuito: Albert Park
Número de Voltas: 58
Perímetro:  5,303 km
Recorde: 1m24s124 - Michael Schumacher (2004)
Horário da Corrida: 3h do sábado para o domingo (horário de Brasília)

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

[AltoGiro Técnica] Como funciona o DRS ?

Um dos tópicos mais polêmicos da Fórmula 1 nos últimos anos envolveu a criação de um novo sistema aerodinâmico para os carros denominado DRS. Como o DRS se tornou permitido e popular na Fórmula 1 e, agora começa a também equipar os novos superesportivos (veja nosso post sobre a Mclaren P1 na nossa fanpage do Facebook!), está na hora de entender um pouco sobre essa misteriosa sigla tão falada aos domingos de corrida.

 O DRS é um acrônimo para Drag Reduction System, em inglês (Sistema de Redução de Arrasto, em uma tradução livre) e tem como finalidade prática aumentar a velocidade dos carros em retas. Mas como esse sistema efetivamente funciona ? Onde entra nele toda a genialidade dos magos projetistas da Fórmula 1 ?

Para entendermos melhor, precisamos remontar aos antepassados do sistema, o então denominado F-Duct. O F-Duct foi uma solução inovadora (e bem mecânica e rústica) criada pela Mclaren em 2010, para o modelo MP4-25 (mas conceitualizado em 1984 por Jullian Preston-Power, num modelo escala 1/18 da Lotus). O sistema consistia numa tubulação de ar que passava por todo o carro, direcionando o ar para a parte traseira do carro. Então, o ar entrava pela frente do carro e uma tubulação direcionava o ar para o cockpit do piloto, onde havia uma espécie de buraco. Se o buraco não fosse tapado, o ar continuaria indo para o cockpit. Uma vez que esse buraco fosse tapado, criaria uma "emenda" na tubulação, que continuava até a final do carro, levando o ar até a asa traseira. Ok, calma, agora vamos falar um pouco de engenharia e de como toda essa engenhoca dava vantagem aos carros da Mclaren.


quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

[AltoGiro F1] Mclaren homenageia Ayrton Senna!

A Mclaren criou um site para homenagear o nosso tricampeão Ayrton Senna, que ganhou os seus três títulos mundiais pela escuderia de Woking. No site, um grande mapa (do Google Maps, obviamente), mostra homenagens de pessoas de todo o mundo ao ídolo. Você pode deixar a sua, escrevendo uma mensagem e, opcionalmente, adicionando uma foto ou vídeo complementares. Muito emocionante! O endereço para quem quiser conferir é senna.mclaren.com. Nós, já deixamos o nosso recado aqui!

-João

domingo, 17 de fevereiro de 2013

[AltoGiro F1] Novas Regras para 2013


Todo bendito ano a FIA estabelece regras e mais regras novas para a temporada corrente de Fórmula 1. Durante as últimas temporadas, vimos mudanças para todos os lados: nos motores, no formato da classificação, no tamanho do grid, na proibição ou permissão de novos instrumentos tecnológicos. Todas essas mudanças, segundo Bernie Ecclestone (chefe máximo da F1), são sempre pensadas a favor do espetáculo. 

O fato, Mr. Ecclestone, é que nós, que acompanhamos a F1 e somos leais alvos das suas publicidades, gostamos de saber o que está se passando. Durante os últimos anos, vimos muitas vezes mudanças de regras e, principalmente, proibições disso ou aquilo durante a própria temporada. Será que isso realmente é melhor para aqueles que assistem? Será que é melhor para o desenvolvimento dos carros, já que um gênio não pode aparecer com uma solução brilhante que ela logo se torna proibida?

Não podemos responder a essas perguntas com precisão, mas de fato elas ficam no ar. O que podemos dizer, pelo menos, é que para 2013 as mudanças nas regras não foram tão bruscas como nos últimos anos e, talvez, tenhamos alguma linearidade nas mudanças, de forma mais branda e gradual, a favor do esporte e da segurança dos pilotos. Então, falemos um pouco do que veremos de novidade (ou não veremos, mas sabemos que elas estão lá!) para essa temporada.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

[AltoGiro F1] Pilotos e Equipes para 2013 (e a dança dos cockpits)





Começando a nossa série de posts pré-temporada da Fórmula 1, vamos falar um pouco do que mais interessa nas mudanças de uma temporada para outra: pilotos, equipes e a dança dos cockpits. E o que você vê na montagem acima, é a cara da F1 para 2013.

Pela montagem acima, podemos verificar duas coisas de imediato: a primeira delas e mais visível, é que a dança dos cockpits ainda não terminou. Ainda resta uma vaga em aberto, na Force Índia, para o futuro companheiro de Paul di Resta, e falaremos disso adiante. A segunda coisa, mais sutil e pela qual podemos começar nossas observações é que não há 24 fotos na montagem acima e sim 22 (ou 21, desconsiderando o ponto de interrogação).

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

[AltoGiro F1] E começa a temporada 2013


Após as festas, férias viagens e carnaval, o ano começa pra valer. E, felizmente, é geralmente em Fevereiro que podemos voltar a falar de Fórmula 1. As equipes saem de seus esconderijos e começam a mostrar os seus bólidos em que vem trabalhando não só nas férias, mas provavelmente desde meados da temporada passada. Os testes da pré-temporada começam a acontecer e podemos dizer que, oficialmente, está dada a largada para a Temporada 2013 de Fórmula 1.
Como todos os anos, muitas coisas ocorrem para a nova temporada: a dança das cadeiras (ou cockpits, como preferirem), novas regras, novos pneus, novo calendário, novos carros, novas tecnologias, novas esperanças para os brasileiros (assim espero!). E nós, claro, como amantes desse esporte que representa nossa paixão por automobilismo e grande responsável pelas tecnologias que vemos hoje em carros de rua, estamos de olho em tudo. A partir de hoje, faltam exatos 1 mês e 5 dias para a primeira corrida do Calendário (que será dia 17 de março, em Melbourne, Austrália). Como quase 5 semanas são uma eternidade para nós, ansiosos para que os carros entrem nas pistas de vez, e como temos muita coisa nova para falar a respeito dessa nova temporada, dividiremos, nessas 5 semanas, em diversos posts, tudo o que temos de novo pra 2013 e assim, podemos preencher esse tempo até o início da temporada na expectativa, com as informações relevantes para os que acompanham o nosso blog. Espero que nos acompanhem em nossa ansiedade nas próximas semanas!

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

[Ao volante] BMW 330i Motorsport (E46 facelift)


Para este Ao Volante, trazemos mais um carro especial. Se você é um conhecedor, tenho certeza de que vai apreciar esta belíssima BMW 330i Motorsport, da geração E46, que tive o prazer de dirigir graças a um grande amigo.
A Série 3 E46 é um dos carros mais bonitos da história. Seu desenho, que foi supervisionado pelo odiado famigerado Chris Bangle, evoluiu da já aclamada E36 e é o ápice do design da BMW. Dificilmente eles vão conseguir fazer outro carro tão bonito assim (até agora, nada). E que é a cara da marca. Estão lá a Hofmeister Kink (o "recuo" característico na coluna C), as lanternas traseiras em "L"  e a famosa grade duplo rim. De 1998 a 2004, a geração E46 embelezou as ruas do mundo, além de continuar proporcionando aos seus felizes proprietários (e alguns de seus amigos) verdadeiro prazer ao dirigir (Freude am Fahren em alemão, um dos slogans mais famosos da BMW).